Connect with us

Aprendizado

Iniciando Um Negócio à Maneira de Deus – Parte 2

Nicole Rizzutti Lemos

Publicado

em

Tempo de Leitura: 3 minutos

Na semana passada começamos a explorar os princípios bíblicos para se iniciar um negócio. Nesta edição do “Maná da Segunda” vamos ver três princípios adicionais. O quarto princípio que eu sugeriria é O que você vai oferecer a seus clientes que ninguém mais pode oferecer?

Um amigo estava descrevendo para mim como ele via o seu nicho de oferecer planos de aposentadoria para organizações cristãs. Sua firma tinha se especializado em desenvolver opções de investimento que protegessem seus clientes de oportunidades de investimento não alinhadas com os valores bíblicos. Ele tomou um produto de que muitas companhias precisavam e adicionou a ele opções biblicamente responsáveis de investimento que a maioria dos cristãos iria preferir. 

Romanos 12:6 ensina: “Já que temos dons que diferem de acordo com a graça que nos foi dada, cada um de nós deve exercitá-los conformemente…” (N.T.: tradução livre). Assim como Deus lhe deu dons exclusivos, Ele também tem um plano exclusivo para o seu negócio. Determine quais são esses dons e use-os para construir um nicho para o seu negócio.  

Quando estava na área bancária, conheci centenas de empresários. Quando lhes perguntava de quanto precisavam para abrir o seu novo negócio, não era incomum ouvir deles: “Quanto você vai me dar?” Isso usualmente significava que ou eles não tinham nenhum plano ou não tinham gastado o tempo necessário para formular um plano de negócios completo. 

Kent, porém, era diferente. Ele sabia exatamente quanto iria custar construir sua indústria, quando ele iria contratar funcionários e quanto ele queria de empréstimo.  Como seu emprestador, seu plano me deixou confiante de que ele obteria êxito – e ele obteve.  

Provérbios 21:5 ensina: “Os planos bem elaborados levam à fartura; mas o apressado sempre acaba na miséria.”  Isso nos leva ao princípio número 5. Se você está iniciando um novo negócio, desenvolva um plano que responda à pergunta: “Como você vai financiar, contratar pessoal, construir e sustentar sua ideia?” 

Em minha experiência, paciência não parece ser uma virtude para muitos dos aspirantes a empresário. Uma vez tendo uma ideia para lançar um novo negócio, eles geralmente querem começar hoje, embora não tenham sequer considerado o momento propício para iniciar o empreendimento nem feito ainda os arranjos para o financiamento necessário e analisar sua lucratividade.   

Às vezes, Deus nos dá uma ideia antecipadamente, para que possamos poupar e nos preparar para iniciar um negócio no futuro. Quando tentamos usar atalhos para encurtar esse processo, geralmente isso resulta em empresas subfinanciadas e mal localizadas. Lamentações 3:25 afirma a sabedoria de esperar pacientemente em Deus, tanto para conhecer o Seu momento perfeito quanto para receber Sua suficiente provisão. Ele ensina: “O Senhor é bom para os que esperam nEle, para aqueles que O buscam.”

Ao iniciar um novo negócio, siga o princípio número 6, estando preparado para responder à pergunta: “Quando e onde isso vai acontecer?” Tome cuidado para não ir adiante de Deus nesse processo. Isso vai capacitá-lo a evitar um risco considerável, para você mesmo e para a sua startup. 

Próxima semana tem mais!


Rick Boxx é presidente e fundador da “Integrity Resource Center”, escritor internacionalmente reconhecido, conferencista, consultor empresarial, CPA, ex-executivo bancário e empresário. Adaptado, sob permissão, de “Momentos de Integridade com Rick Boxx”, um comentário semanal acerca de integridade no mundo dos negócios, a partir da perspectiva cristã.  Tradução de Mércia Padovani. Revisão de Juan Nieto (jcnieto20@gmail.com).


MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC – Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2022 – DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL –  E-mail: adm.mana@cbmc.org.br -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, inglês,e japonês.


Questões Para Reflexão ou Discussão  

1. Se você fosse avaliar o seu próprio negócio – ou a ideia de um novo negócio – como poderia explicar o que você pode ou poderia oferecer aos clientes e que ninguém mais seria capaz de oferecer?

2. A porcentagem de novos negócios que fracassam dentro de um ou dois anos é espantosa. Em que grau isso se deve ao fato de os empreendedores deixarem de planejar adequadamente para financiar, contratar pessoal, crescer e sustentar o empreendimento? 

3. É realmente importante avaliar cuidadosamente o momento propício para um novo negócio, considerando seriamente quando e onde ele deveria ser lançado? Quais são as armadilhas possíveis ao não se fazer isso? 

4. Que diferença faria se mais empreendedores talentosos, antes de lançar seus novos empreendimentos, se detivessem para considerar – e orar sobre – os interesses de Deus e Sua vontade naquilo que eles pretendem fazer? Explique sua resposta. 

Nota: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Provérbios 11:14;  15:22;  19:20;  20:18;  24:3-6;  Mateus 6:25-34;  Lucas 14: 28-33.  

Recentes:

Continue Reading
Clique para comentar
0 0 vote
Vote nesse Artigo
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

COGNOS SPACE - Todos os direitos reservados

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Design by VENONE Agência de design