Connect with us

Aprendizado

Pessoas: Problemas ou Possibilidades?

Nicole Rizzutti Lemos

Publicado

em

Tempo de Leitura: 3 minutos

“Os negócios seriam muito mais fáceis… se não fossem as pessoas.” Você já ouviu isso ou pensou algo semelhante você mesmo? Se assim é, você não está sozinho porque a grande maioria dos problemas com que nos deparamos na vida e no trabalho tem algo a ver com pessoas. Entretanto, eliminar as pessoas obviamente não é uma opção e por que iríamos querer fazer isso? 

Max DePree, escritor e executivo de empresas escreveu: “As pessoas são o coração e a alma de tudo o que conta. Sem pessoas não há necessidade de líderes. Líderes podem decidir estar primeiramente preocupados com ativos… ou podem ir além e capitalizar sobre a oportunidade de deixar um legado que proporcione maior significado, mais desafio, e mais alegria na vida daqueles a quem os líderes capacitam.”

Uma companhia deve estar focada em produtos, mas isso requer projetar e fazer tais produtos. Se uma companhia se especializa em serviços, também são necessárias pessoas para proporcioná-los. Cada um dos indivíduos com os quais trabalhamos todos os dias é único, com forças e fraquezas, personalidades e peculiaridades distintas, mas nada é feito sem eles. 

Como DePree afirmou, ao invés de reclamar das questões que as pessoas podem apresentar, seríamos sábios se considerássemos constantemente como podemos tirar proveito das oportunidades de deixar um legado duradouro através delas. Ajudando-as a descobrir maior significado e alegria em suas vidas através do trabalho, podemos fazer uma profunda diferença, não apenas em suas vidas, mas também nas vidas de todos que as cercam. 

Como podemos fazer isso? Como podemos nos assegurar de que o nosso foco primário esteja concentrado nas pessoas com quem trabalhamos e sobre as quais temos responsabilidade? A Bíblia nos apresenta alguns princípios a serem seguidos: 

Mantenha uma vigilância cuidadosa.  Do mesmo modo que um fazendeiro cuidadoso procura proteger o bem-estar dos animais que geram o seu sustento, aqueles em posição de autoridade devem permanecer alertas para saber como estão passando as pessoas de seu quadro funcional. Esforce-se para saber bem como suas ovelhas estão, dê cuidadosa atenção aos seus rebanhos… os cordeiros lhe fornecerão roupa, e os bodes lhe renderão o preço de um campo. Haverá fartura de leite de cabra para alimentar você e sua família…” (Provérbios 27:23-27).  

Trate os outros como gostaria de ser tratado.  Ao perguntar “Como devo me dirigir aos outros?”, seria melhor perguntar “Como eu gostaria que eles se dirigissem a mim caso trocássemos de lugar?” “Aquilo que você gostaria e desejaria que os homens lhe fizessem, faça exatamente o mesmo para eles.” (Lucas 6:31 – tradução livre). 

Coloque as pessoas em primeiro lugar.  É fácil ficarmos esgotados perseguindo metas e objetivos – os “resultados”. Mas para que os trabalhadores tenham seu melhor desempenho, precisam saber que são valorizados e cuidados. “Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros.” (Filipenses 2:3-4). 

Dê o exemplo, servindo.  Em muitos ambientes de trabalho espera-se que os funcionários sirvam o “chefe”. Porém um dos maiores fatores de motivação é demonstrar que aquele que ocupa o posto de autoridade está disposto a servir aqueles que trabalham para ele. “Como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a Sua vida em resgate por muitos.” (Mateus 20:28).  

Próxima semana tem mais!


Robert J. Tamasy, é jornalista, editor e escritor, e autor de “Business at Its Best: Timeless Wisdom from Proverbs for Today’s Workplace” e “Tufting Legacies” (ainda não traduzidos para o português). Em co-autoria com David A. Stoddard escreveu “The heart of Mentoring” e tem editado numerosos outros livros, incluindo “Advancing Through Adversity”, por Mike Landry. Tamasy mantém um site www.bobtamasy-readywriterink.com e um blog atualizados semanalmente www.bobtamasy.blogspot.com. Tradução de Mércia Padovani. Revisão de Juan Nieto.


MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC – Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2021 – DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL –  E-mail: adm.mana@cbmc.org.br -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol,  inglêse japonês.


Questões Para Reflexão ou Discussão  

1. Como é o seu relacionamento com as outras pessoas – você é extrovertido, aberto e até mesmo precisa ter pessoas à sua volta ou é introvertido – lida com as pessoas quando necessário, mas fica confortável estando sem elas? 

2. Quais os desafios que você enfrenta no trato com as pessoas diariamente? Eles representam uma frustração em particular na sua abordagem às demandas e responsabilidades diárias?

3. Pense em quando alguém a quem você se reportava o fazia sentir-se valorizado e necessário. Que tipo de impacto isso teve em você, especialmente na forma como você entendia o seu trabalho e o senso de realização e satisfação derivado dele? 

4. Por que é geralmente difícil colocar as pessoas em primeiro lugar – servi-las – e não esperar que elas o sirvam? O quanto você é perceptivo no que diz respeito a reconhecer e reagir às necessidades ou dificuldades com as quais elas podem estar lidando?

Nota: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Provérbios 3:13-15;  11:17; 13:20;  16:24;  17:17;  Mateus 5:38-47;  Lucas 6:37-42.  

Recentes:

Continue Reading
Clique para comentar
0 0 vote
Vote nesse Artigo
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

COGNOS SPACE - Todos os direitos reservados

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Design by VENONE Agência de design