Connect with us

Artigos

Quando Só Talento Não Basta

Nicole Rizzutti Lemos

Publicado

em

Tempo de Leitura: 3 minutos

Vemos isto nos esportes o tempo todo: um time aparentemente mais talentoso perde, às vezes, sendo totalmente dominado por um oponente menos dotado. Esse é um tema comum em filmes dramáticos sobre esportes, uma espécie de repetição da história de Davi e Golias: o mais fraco prevalecendo sobre o favorito declarado – exceto pelo fato de ao invés de pedras, espadas e lanças vermos bolas de futebol, voleibol e basquetebol.

Este fenômeno, porém, não é exclusivo das competições esportivas. Observamos o mesmo acontecer em outras áreas da vida também, inclusive no mundo profissional e de negócios. Um vendedor que tem todas as habilidades naturais que alguém poderia desejar vê um rival menos talentoso, até mesmo menos experiente, ganhar uma conta importante. Ou um empresário que parece contar com todas as vantagens ser vencido por um competidor de menor porte, porém ferozmente determinado. Por que isso acontece?

O palestrante motivacional e consultor Tim Kight pode ter a resposta, embora ela seja bem simples: “Disciplina vence o talento, quando o talento não tem disciplina.”

Muitas pessoas possuem “a matéria-prima”, coisas como inteligência, habilidades inatas, instrução e treinamento formal. Frequentemente, porém, tudo isso não é o bastante para garantir o sucesso. É aqui que a disciplina entra na equação. No mundo dos esportes, isso inclui longos períodos de prática, musculação, incontáveis horas de estudo do manual de regras, assistir a filmes sobre o próprio desempenho bem como o de seus oponentes, investindo o esforço extra necessário para alcançar a excelência.  

Como deve ser a disciplina no mercado de trabalho? Isso depende do campo específico de empreendimento, mas, ao final, sempre tem o mesmo conteúdo: trabalho árduo, investimento do tempo que for preciso, preparação cuidadosa e disposição para receber e aceitar críticas construtivas. Nem todos estão dispostos a fazer essas coisas, e é por isso, segundo Kight, que a disciplina vence o talento, quando o talento carece de disciplina.

A disciplina é um ingrediente importante para o crescimento espiritual, para tornar-se a pessoa que Deus quer que cada um de nós se torne – até mesmo no ambiente de trabalho. Considere o seguinte:

A disciplina geralmente não é divertida.  Quando foi a última vez que você viu uma pessoa treinando para uma maratona ou uma competição de triatlo que estava sempre sorrindo? Raramente, porque, embora seja necessário, o treinamento rigoroso não é isento de dificuldades. “Nenhuma disciplina parece ser motivo de alegria no momento, mas sim de tristeza. Mais tarde, porém, produz fruto de justiça e paz para aqueles que por ela foram exercitados.” (Hebreus 12:11).

A disciplina indica a direção correta.  Os líderes mais eficientes são aqueles que demonstram disciplina em sua própria conduta e hábitos de trabalho, estabelecendo um forte e positivo exemplo para aqueles que os seguem. “Quem acolhe a disciplina mostra o caminho da vida, mas quem ignora a repreensão desencaminha outros.” (Provérbios 10:17).  

A disciplina sob a forma de correção melhora o desempenho.  Nenhum de nós é tão inteligente quanto todos nós (juntos)” – diz o ditado. Ter disciplina e estar disposto a receber correção ajuda a tornar um bom realizador em um grande realizador. “Quem recusa a disciplina faz pouco caso de si mesmo, mas quem ouve a repreensão obtém entendimento.” (Provérbios 15:32).    

Próxima semana tem mais!


Robert J. Tamasy, é jornalista, editor e escritor, e autor de “Business at Its Best: Timeless Wisdom from Proverbs for Today’s Workplace” e “Tufting Legacies” (ainda não traduzidos para o português). Em co-autoria com David A. Stoddard escreveu “The heart of Mentoring” e tem editado numerosos outros livros, incluindo “Advancing Through Adversity”, por Mike Landry. Tamasy mantém um site www.bobtamasy-readywriterink.com e um blog atualizados semanalmente www.bobtamasy.blogspot.com. Tradução de Mércia Padovani. Revisão de Juan Nieto.


MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC – Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2021 – DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL –  E-mail: adm.mana@cbmc.org.br -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol,  inglêse japonês.


Questões Para Reflexão ou Discussão  

1. O que você pensa da afirmação: “Disciplina vence o talento, quando o talento não tem disciplina.”? Você pode pensar em um ou dois exemplos de quando isso foi verdadeiro?

2. Quando pensa em “disciplina”, que palavras ou imagens lhe vêm à mente? Você acha que a disciplina está subvalorizada no mercado de trabalho de hoje? Por quê?

3. O quão disciplinado você pensa ser, tanto na vida profissional quanto na pessoal? Explique sua resposta.

4. Você acredita que disciplina é necessária para o crescimento espiritual? De que forma a disciplina espiritual afeta o desempenho das responsabilidades de trabalho de uma pessoa? Isso é uma coisa boa, em sua opinião?  

Nota: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Provérbios 17:10; 19:16; 22:6;  27:17; 28:23; II Timóteo 2:3-6;  Hebreus 12:4-10.   

Recentes:

Continue Reading
Clique para comentar
0 0 vote
Vote nesse Artigo
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

COGNOS SPACE - Todos os direitos reservados

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Design by VENONE Agência de design